Últimos Estudos e Pesquisas sobre a Whey Protein Concentrada

Fique por dentro dos ultimos artigos e pesquisas realizadas que comprovam a eficácia da Whey Protein Concentrada na manutenção da Saúde, na Perfomance Esportiva e na melhoria da Composição Corporal...

Pesquisadores tem confirmado que a suplementação com proteínas potencializa os resultados esperados e desejados de treinamentos intensos com exercícios de resistência. No entanto , uma revisão da literatura cientifica revela que as fontes de proteínas não são todas iguais em termos de benefícios que podem propiciar à saúde em geral e à composição corporal em particular.

Uma quantidade sempre crescente de evidencias cientificas indica que as proteínas do soro ( whey protein ) são feitas sob medida para promover uma melhora consistente na composição corporal , sobretudo quando combinadas com exercícios de resistência.

Estudos com roedores realizados ao longo dos últimos 40 anos mostraram que a incorporação de soro na dieta resulta em armazenamento de menos gordura em formação de mais tecido magro e maior sensibilidade à insulina quando comparada a outras fontes de proteína.

Em um série de condições clínicas tais como câncer , AIDS/HIV e hepatite , os benefícios à saúde da suplementação com soro são bem documentados. Embora tenha sido realizados poucos estudos clínicos para avaliar o impacto do soro sobre alterações na composição corporal, a capacidade única e ímpar do soro de aumentar as concentrações de glutationa em vários tipos de células do organismo foi claramente demonstrada.

A glutationa é a peça central do sistema de defesa antioxidante do organismo que protege as células contra danos provocados por radicais livres , poluição , toxinas , infecções e exposição a raios ultravioleta. Os níveis de glutationa diminuem com a idade , tais como o mal de Alzheimer , catarata , o mal de Parkinson e arteriosclerose. Alem disso , as concentrações de glutationa parecem determinar alterações na composição corporal.

Baixos níveis de glutationa no interior de vários tipos de células do organismo prenunciam perda muscular , ao passo que níveis adequados de glutationa promovem claramente mudanças favoráveis na composição corporal ( tais como aumento da massa magra e redução da massa gorda.) Esta inter-relação tem sido demonstrada de forma inequívoca em diversas condições médicas não relacionadas entre si , tais como câncer e AIDS/HIV , bem como em adultos que adotaram programas intensivos de exercícios de resistência, em comparação a outras fontes protéicas , o soro possui capacidade única de aumentar a produção de glutationa , oque por sua vez melhora a composição corporal. Vários estudos demonstram o efeito benéfico do soro sobre a composição corporal em comparação direta com outras fontes de proteínas de alta qualidade.

Um estudo mostrou que a suplementação com soro de leite ( na forma de um produto com composição exclusiva , 20 gramas/dia por 12 semanas ) aumenta o status de glutationa , melhora o desempenho atlético ( anaeróbico ) e proporciona um redução significativa na percentagem de gordura corporal em adultos jovens e saudáveis. Estes benefícios foram obtidos sem o estímulo de exercícios físicos.

No entanto, a combinação de exercícios e suplementação com whey parece propiciar uma melhora ainda mais acentuada na composição corporal.

Um estudo investigando os efeitos de vários suplementos ingeridos durante exercícios físicos revelou que a whey produziu resultados mais contundentes sobre a composição corporal.

Comparado à suplementação com caseína ou carboidratos administrada antes dos exercícios, roedores que receberam suplementação de whey apresentaram níveis mais baixos de gordura corporal e índices mais altos de tecido muscular após o período experimental de 6 semanas. Análises metabólicas revelaram que a suplementação com soro possibilitou uma utilização mais eficaz de gordura ( oxidação ) , além de maior eficiência na preservação muscular. A suplementação com soro aumentou a eficiência de exercícios , proporcionando uma melhora qualitivamente superior na composição corporal.

Recentemente , houve um aumento de interesse dentro da comunidade científica em relação aos benefícios da combinação de proteínas lácteas e exercícios físicos de resistência.

Em um ensaio aberto , Demling e De Santi reportaram que a suplementação com soro (60 gramas por dia ) foi eficaz em promover uma redução da massa gorda e um aumento simultâneo na massa isenta de gordura ( massa magra) em homens acima do peso que adotaram uma dieta de restrição calórica durante um programa de exercícios de resistência com 12 semanas de duração.A substituição das refeições por uma alimentação à base de proteínas lácteas ( incluindo whey) , carboidratos , vitaminas e minerais proporcionou resultados ainda melhores do que a suplementação apenas com a whey.

Um estudo reportou que a suplementação com colostro bovino (20 gramas por dia ) durante 12 semanas de um programa de exercícios de resistência resultou em uma melhora mais contundente na composição corporal ( aumento de 1,49 kg na massa corporal magra ) do que a suplementação apenas com whey.

No entanto um outro estudo revelou que uma combinação de soro com caseína (75 gramas/dia ) produziu as mesmas alterações favoráveis nos indicadores de resistência física , hipertrofia muscular e composição corporal que as obtidas com a ingestão de dois suplementos diferentes de colostro. Em ambos os estudos , os exercícios físicos foram realizados sem supervisão e/ou controle. Contudo , sabe-se que o tipo de exercício e a intensidade , freqüência e volume dos treinamentos ( isto é , a quantidade de sessões , o número em que determinados exercícios ou movimentos foram repetidos ) são todos elementos que influenciam o tipo e a magnitude dos resultados obtidos com exercícios físicos. Por este motivo , é difícil chegar a conclusão sobre os efeitos da suplementação a partir dos dados gerados por estes estudos.

No entanto , estudo mais rigorosamente controlados envolvendo a comparação direta entre soro e outros tipos de suplementação revelaram alguns efeitos notáveis sobre a composição corporal.

Em um estudo randomizado. duplamente cego , em que atletas ( fiisioculturistas ) adotaram um programa , idêntico e realizado sob supervisão – de intensos exercícios de resistência por um período de 10 semanas , o grupo que recebeu isolado de whey pura (1,5 gramas/kg/peso corporal/dia) experimentou ganho médio na massa livre de gordura cinco vezes maior do que o grupo correspondente que recebeu um suplemento de caseína.

A avaliação da composição corporal pelo método DEXA ( Densitometria por dupla emissão de raios X) realizada antes e depois do programa também revelou que o grupo que recebeu o suplemento de whey apresentou um redução significativa ( 1 kg ) na gordura corporal.

Combinados , estes resultados demonstraram que a suplementação com whey propiciou uma melhora altamente significativa na composição corporal em comparação aos resultados obtidos com a suplementação com caseína. Além disso , os fisioculturistas suplementados com whey , também experimentaram um aumento significativamente maior em no índice de resistência relativo a cada exercício avaliado individualmente.

Os pesquisadores concluíram que a suplementação de whey ( sobretudo isolados de whey ) pode propiciar melhoras muitas mais expressivas na composição corporal e resistência em comparação ais resultados obtidos com outros tipos de proteína de alta qualidade.